SOJA: GREVE NA ARGENTINA ELEVA DEMANDA POR DERIVADOS BRASILEIROS

A greve na Argentina (maior exportadora mundial de farelo e de óleo de soja) tem direcionado importadores de derivados da oleaginosa para o Brasil (segundo maior abastecedor global desses produtos). Com isso, segundo pesquisadores do Cepea, consumidores domésticos vêm disputando as aquisições com os estrangeiros, resultando em aumento nos prêmios de exportação e nos preços internos. Quanto à produção brasileira de soja na safra 2023/24, a Conab estima queda, para 147,68 milhões de toneladas. Vale ressaltar que a Companhia indica que pode haver novos reajustes negativos, devido aos alagamentos no Rio Grande do Sul. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

<< Voltar
  • Compartilhe: