MILHO: PREÇOS TÊM COMPORTAMENTOS DISTINTOS DENTRE AS PRAÇAS

As cotações do milho vêm apresentando comportamentos distintos dentre as praças acompanhadas pelo Cepea. Em algumas regiões do Sul do País e nos portos, o forte ritmo das exportações e as altas externas elevam os preços do cereal. Já em outras praças, a colheita da segunda safra na reta final pressiona as cotações. Quanto ao Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas/SP), caiu 0,44% de 5 a 12 de agosto, fechando a R$ 81,55/sc nessa sexta-feira, 12. No geral, compradores resistem em elevar os valores pagos no spot nacional, contexto que tem limitado a liquidez. EXPORTAÇÕES – Nos primeiros cinco dias úteis de agosto, o Brasil embarcou 1,7 milhão de toneladas de milho, segundo dados da Secex, com média diária de 338,4 mil toneladas. Caso esse ritmo se mantenha até o final do mês, as exportações podem somar 7,4 milhões de toneladas em agosto. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

<< Voltar
  • Compartilhe: