MILHO: APESAR DA PREVISÃO DE ESTOQUES CONFORTÁVEIS, VALORES SEGUEM FIRMES

Os preços do milho estão firmes no mercado interno, influenciados pela paridade de exportação. Esse cenário é verificado mesmo diante de dados indicando estoques de passagem nacionais 20% maiores no fim da temporada 2021/22 (frente aos da safra anterior), da boa expectativa da safra verão e do atual menor interesse de consumidores domésticos. Nos portos, conforme pesquisas do Cepea, os valores também estão se sustentando, devido às elevações externas, que, por sua vez, são influenciadas por preocupações relacionadas ao conflito entre a Rússia e a Ucrânia, pela quebra de safra na União Europeia e por incertezas quanto à produtividade das lavouras que estão sendo colhidas nos Estados Unidos. A desvalorização do dólar, no entanto, impediu que os avanços nos portos fossem maiores. Inclusive, os preços nos portos operam em patamares acima dos verificados no spot nacional, contexto contrário do registrado no mesmo período do ano passado, quando compradores nacionais estavam mais ativos, e a demanda internacional, desaquecida. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

<< Voltar
  • Compartilhe: