ALGODÃO: INDICADOR RECUA QUASE 16% EM SETEMBRO

Os preços internos do algodão em pluma recuaram ao longo de setembro, pressionados pela flexibilidade de alguns vendedores, que, por sua vez, estiveram atentos à baixa externa, ao dólar e à paridade de exportação. Segundo pesquisadores do Cepea, o movimento de queda nos valores foi reforçado pela demanda enfraquecida, tendo em vista que indústrias utilizaram estoques e/ou a pluma recebida por meio de contratos. Assim, o Indicador CEPEA/ESALQ, com pagamento em 8 dias, acumulou forte baixa de 15,7% em setembro, fechando a R$ 5,658 no dia 30, o menor patamar nominal desde outubro do ano passado. Fonte: Cepea (www.cepea.esalq.usp.br)

<< Voltar
  • Compartilhe: